• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Integração SAGE-PacDyn trará ainda mais segurança para operação do sistema elétrico brasileiro

Notícias

Integração SAGE-PacDyn trará ainda mais segurança para operação do sistema elétrico brasileiro

15-12-2016

Pesquisadores do Cepel estão desenvolvendo uma nova ferramenta computacional para a avaliação da segurança dinâmica do sistema elétrico de potência, a partir da integração de dois produtos desenvolvidos pelo Centro: o PacDyn, programa computacional voltado à análise e controle de oscilações resultantes de pequenas perturbações em sistemas elétricos de potência de grande porte, e o SAGE (Sistema Aberto de Gerenciamento de Energia), que tem como objetivo a supervisão, controle e gestão de sistemas elétricos.

 

O pesquisador do Departamento de Redes Elétricas (DRE) Sergio Gomes Junior explica a proposta: “A ideia é integrar o PacDyn ao SAGE e utilizar as novas funções desenvolvidas para a monitoração das frequências e fatores de amortecimento das oscilações observadas no SIN (Sistema Interligado Nacional), para que seja possível uma avaliação da segurança dinâmica do sistema frente a pequenos sinais. Este tipo de avaliação, da forma que está sendo proposta, é inédita, não existindo um paralelo em outros sistema do mundo”. Além de Gomes Junior, participam do projeto os pesquisadores Thiago Masseran, também do DRE, e Marcelo Rosado, do Departamento de Automação de Sistemas (DAS).

 

 

Sergio Gomes comenta sobre as expectativas em torno do projeto: “O sistema SAGE é bastante utilizado pelas empresas brasileiras, incluindo as empresas Eletrobras. Acredita-se que a incorporação de funções de avaliação de segurança dinâmica a pequenos sinais ao SAGE trará ganhos consideráveis. [...] A ferramenta deverá ser de grande utilidade para as empresas envolvidas na operação do SIN e sua utilização de forma cotidiana auxiliará na manutenção da segurança do sistema, evitando possíveis blecautes e, de forma geral, aumentando a confiabilidade e a robustez do nosso sistema elétrico”.

 

Segundo o pesquisador, com a crescente entrada de fontes intermitentes, o PacDyn pode melhorar o monitoramento da segurança do SIN. “A variação das gerações das fontes alternativas de energia pode alterar as características das oscilações do sistema elétrico. O monitoramento realizado pelo PacDyn permitirá acompanhar estas variações e alertar sobre possíveis situações de insegurança do sistema em relação às oscilações observadas”, explica.

 

Andamento do projeto

 

O trabalho de integração do PacDyn ao SAGE foi iniciado em 2016, sendo criada uma versão protótipo como prova de conceito, simulando um caso exemplo de um equivalente da região Sul do Brasil com 65 barras, utilizando o módulo de treinamento de operadores do SAGE.

 

Foram ainda realizados testes preliminares, utilizando os arquivos gerados durante uma semana de aquisição de dados em tempo real com intervalo médio de 5 minutos entre pontos de operação, obtidos pelo SAGE, do Sistema Interligado Nacional completo, com a monitoração de duas oscilações globais do sistema e consideração de duas contingências.

 

Ao longo de 2017, a integração do PacDyn ao SAGE continuará a ser aprimorada no âmbito do projeto SDSA - Avaliação de Segurança Estática e Dinâmica de Sistemas Elétricos de Potência - desenvolvido pelo DRE. A nova ferramenta será disponibilizada aos centros de operação e salas de controle das empresas do setor para o monitoramento em tempo real de todas as oscilações e contingências de interesse do sistema elétrico brasileiro.

 

Para saber mais sobre o PacDyn, clique aqui

Leia mais sobre o SAGE aqui