• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Encontro realizado no Cepel promove debate sobre novas tecnologias em máquinas rotativas

Notícias

Encontro realizado no Cepel promove debate sobre novas tecnologias em máquinas rotativas

20-04-2018

O VIII Encontro Nacional de Máquinas Rotativas (ENAM), promovido pelo Cigré-Brasil, entre 16 e 18 de abril, trouxe ao debate as mais novas tecnologias de geradores e motores. Realizado no Cepel, o evento reuniu fabricantes, empresas geradoras e consultoras, universidades e centros de pesquisa, em torno do objetivo de contribuir para o contínuo desenvolvimento e aumento da eficiência do parque energético brasileiro.

 

Participaram da cerimônia de abertura do evento o diretor de Laboratórios e Pesquisa Experimental do Centro, Orsino Borges de Oliveira Filho; o diretor-presidente do Cigré-Brasil, Josias Matos de Araújo; o coordenador do CE A1, Marcio Rezende Siniscalchi; e o secretário do CE A1, Erli Ferreira Figueiredo.

 

Ao destacar a relevância das máquinas rotativas para os sistemas elétricos de potência, sem as quais não haveria geração, tampouco consumo de energia, o diretor do Cepel assinalou a importância de um evento como o ENAM para a disseminação de tecnologias voltadas ao prolongamento da vida útil, segurança e disponibilidade destes equipamentos no setor elétrico brasileiro. A profusão de trabalhos e a parceria entre universidades, fabricantes, centros de pesquisa também foram mencionadas pelo executivo como pontos altos do evento.

 

Em sua fala, Josias Matos de Araújo fez um paralelo entre a previsão de crescimento do Brasil, a entrada das fontes intermitentes no sistema e a base da geração no país, que continua sendo hidráulica. Em seguida, ressaltou “o quão importante é um centro de pesquisas para que um país possa continuar a desenvolver políticas na área de Ciência e Tecnologia”. “Investir em Ciência e Tecnologia e em Educação é realmente necessário; nunca é despesa. Muito pelo contrário, é pensar no futuro”, complementou.

 

Fazendo uma breve avaliação do ENAM desde sua criação, em 2002, o coordenador e o secretário do CE A1 ressaltaram o crescente nível técnico dos trabalhos apresentados, o que contribuiu para consolidar o evento no cenário brasileiro e abrir novas possibilidades, como sugere Erli Figueiredo: “Na minha opinião, o ENAM poderia ser transformado em um evento internacional de máquinas elétricas, o que seria muito bom para o Brasil, pois alavancaria o intercâmbio técnico com experts internacionais no assunto”.

 

Trabalhos do evento e contribuições do Cepel

 

Muitos foram os assuntos tratados nos três dias do VIII ENAM. Dentre eles: inspeção convencional e robótica; operação convencional e intermitente; operação como compensador síncrono; análise de defeitos; técnicas de ensaio; aumento de eficiência; grandes motores e motores de alto rendimento; máquinas para geração distribuída e energia renovável; usinas reversíveis; sistemas de controle de excitação e de velocidade, impacto dos códigos de rede sobre o desempenho e custos das máquinas; e aspectos ambientais.

 

Além de apoiar tecnicamente o VIII ENAM, o Cepel apresentou dois trabalhos no evento. Com base em uma experiência inédita, envolvendo três unidades geradoras da PCH João Borges, em Santa Catarina, o pesquisador do Departamento de Linhas de Transmissão e Equipamentos (DLE) Hélio Amorim abordou a medição de descargas parciais e tangente delta pelas metodologias off-line e on-line, apresentando os prós e os contra de ambas as medições.

 

Já o pesquisador Bruno Cardoso, do Departamento de Materiais, Eficiência Energética e Geração Complementar (DME), apresentou o trabalho intitulado “Avaliação de Integridade de Turbinas de Geração Termelétrica a partir do Monitoramento e Modelagem Matemática”. O objetivo da pesquisa foi desenvolver uma metodologia computacional para realização do cálculo de dano acumulado e vida remanescente de componentes críticos de plantas termelétricas, que operam em condições onde atuam os mecanismos de dano por fluência e fadiga termomecânica.

 

O VIII ENAM contou com 110 participantes. A próxima edição do evento será em 2020.