• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel apoia Prêmio Engie Brasil de Inovação

Notícias

Cepel apoia Prêmio Engie Brasil de Inovação

07-06-2017

No dia 01 de junho, o diretor-geral do Cepel, Marcio Szechtman, participou da solenidade de entrega do Prêmio Engie Brasil de Inovação 2017, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Como explica Szechtman, o Cepel é um dos apoiadores da iniciativa, que visa a promover soluções inovadoras na área energética para que sejam desenvolvidas pela Engie, empresa associada ao Centro, no país.


Promovido pelo terceiro ano consecutivo, esta edição do prêmio teve como tema “Cidades do Amanhã” e foi aberta à participação de start-ups e empreendedores brasileiros que apresentassem soluções dentro das seguintes categorias: Geração Descentralizada de Energia Elétrica, Eficiência Energética, Iluminação Pública, Smart Grids e Mobilidade Urbana Sustentável. Tudo para tornar as cidades não apenas mais inteligentes e eficientes, mas, também, mais seguras e sustentáveis. A empresa vencedora foi a SmartGreen.

 

LEIA TAMBÉM

  

Em palestra na FGV, diretor-geral do Cepel apresenta contribuições do Centro frente às transformações do setor elétrico

  

Presidente da EPE e diretor-geral do ONS proferem palestras no Cepel

 

 

De acordo com a pesquisadora do Cepel Fernanda Costa, que faz parte da Secretaria do Comitê de Política Tecnológica das Empresas Eletrobras e integrou a comissão julgadora do prêmio pela segunda vez, a análise dos 45 projetos participantes contou com o apoio fundamental de três departamentos do Centro: Tecnologias de Distribuição; Materiais, Eficiência Energética e Geração Complementar; e Laboratórios do Fundão. Os critérios de avaliação utilizados foram caráter inovador, viabilidade e potencial de criação de valor.


“O convite para compor a comissão julgadora do premio Engie Brasil Inovação é mais um reconhecimento do Cepel como um centro de excelência em pesquisa, desenvolvimento e inovação no setor elétrico brasileiro”, complementa Costa.


Também participaram da comissão julgadora: Coppe/UFRJ; Fundação Certi-UFSC (Centro de Referência em Tecnologias Inovadoras); Departamento de New Business da Engie; Câmara de Comércio França Brasil (CCFB); Business France Brasil; Centro de Inovação da Engie Brasil Energia; Instituto Acende Brasil; APEX-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).


Aspecto inovador do projeto vencedor


O prêmio foi concedido à empresa SmartGreen, que oferece produtos e serviços integrados de gestão, bem como equipamentos e soluções, para o mercado de Cidades Inteligentes, Internet das Coisas (IoT), automação de iluminação pública e sistemas de medição de consumo de energia e água. Ainda em junho, a empresa participará da etapa global da competição promovida pela Engie em Paris.


Segundo a SmartGreen, “sua solução de comunicação funciona através de uma rede ‘Mesh’ sem fio, inteligente, projetada para ser praticamente imune a interferências causadas por redes de distribuição de energia, redes wifi, telefonia celular, fenômenos da natureza, entre outros. O sistema permite a comunicação contínua de múltiplos serviços simultaneamente, alta disponibilidade da rede, concentradores capazes de processar informações de maneira distribuída, em sistemas e dispositivos discretos de fácil instalação e preparados para serem trocados facilmente em caso de manutenção, com softwares especialmente desenvolvidos para gerenciar redes com agilidade, sistemas capazes de executar comandos enviados para os equipamentos remotos instalados junto aos processos com rapidez e de forma direta.


São sistemas capazes de executar comandos individualmente e em grupo que facilitam a programação do acendimento e desligamento de lâmpadas e circuitos de lâmpadas, efetuar a suspensão do fornecimento de energia para unidades consumidoras inadimplentes, controlar o consumo de energia e água, entre outros dispositivos desenvolvidos para formação de redes formatando assim uma solução de gerenciamento remoto integrada.


A ideia foi criar uma solução orientada para a realidade brasileira, que deveria contemplar o que há de mais avançado globalmente em inovação, porém, voltado para as condições operacionais e, principalmente, as econômicas e financeiras das cidades brasileiras. Usou-se para isso a infraestrutura existente de iluminação pública sem a necessidade de inserir novas estruturas de torres, antenas e sem necessitar de espaços físicos como topo de prédios e outros para se instalarem. O sistema desenvolvido apresenta forte apelo de sustentabilidade, principalmente as soluções de gestão de controle de consumo de energia elétrica, água e gás. As soluções de cidades + inteligentes permitem aos municípios uma melhor gestão dos seus recursos e também a inclusão digital e social de seus cidadãos.”


Sobre a Engie


A Engie é uma geradora privada de energia elétrica. Presente em mais de 70 países, a empresa visa ser uma parceira estratégica para cidades em todo o mundo, construindo e fornecendo soluções digitais para a geração de energia sustentável, mobilidade urbana e segurança. Mais informações em www.engie.com.br