• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Pesquisadores do Cepel apresentam contribuições ao tema de integração de renováveis no sistema elétrico em workshop do Cigre

Detalhes: Notícias

Pesquisadores do Cepel apresentam contribuições ao tema de integração de renováveis no sistema elétrico em workshop do Cigre

19-08-2019

Os pesquisadores do Cepel Flávio Rodrigo de Miranda Alves, Ricardo Penido Dutt- Ross e Rogério Magalhães de Azevedo participaram, nos dias 15 e 16 de agosto, do workshop Desafios técnicos na integração de renováveis no sistema elétrico. Promovido pelo Comitê de Estudos (CE) C4 (Desempenho de Sistemas Elétricos) do Cigre Brasil, na Regional NE do ONS, em Recife (PE), o evento abordou os principais desafios de maneira a se obter um desempenho satisfatório do sistema após a integração.


 

Em 2019, a geração de energia a partir da fonte eólica ultrapassou 15 GW de capacidade instalada. Já a geração de fonte solar conta com mais de 2 GW de potência instalada, considerando-se apenas as usinas classificadas como Geração Centralizada (GC), que são aquelas com potência nominal superior a 5MW conectadas diretamente à rede de transmissão/distribuição. Diante deste crescimento, os desafios que se apresentam vão desde o desenvolvimento, principalmente as fases de engenharia e integração, até a operação do Sistema Interligado Nacional (SIN), envolvendo novos aspectos energéticos e elétricos, bem como novas variáveis a serem equacionadas.


 

Neste contexto, o pesquisador Flávio Rodrigo ministrou a palestra “Funcionalidades para Simulação de Parques Eólicos e Solares - ANAREDE, ANATEM, ANAFAS e HarmZs”. Ferramentas computacionais desenvolvidas pelo Cepel, os programas permitem análises de regime permanente, transitórios eletromecânicos, cálculo de curto-circuito e desempenho harmônico. No decorrer da palestra, foram apresentadas funcionalidades destes programas que podem ser utilizadas desde a fase de preparação dos leilões de energia renovável até a fase de revisão dos procedimentos de recomposição, passando pelos estudos de acesso e pré-operacionais. “Muitas dessas funcionalidades são integralmente aderentes aos Procedimentos de Rede e permitem expressivo aumento de produtividade das equipes de estudo, em função da automatização de rotinas que antes eram executadas manualmente”, assinala o pesquisador.


 

Em sua palestra "Laboratório de Smart Grid do Cepel: um Ambiente para Pesquisa Aplicada, Provas de Conceito e Simulação em Tempo Real", o pesquisador Ricardo Penido Dutt- Ross, também secretário do CE C4, apresentou o futuro laboratório do Centro, que terá uma de suas áreas comissionadas em dezembro deste ano. “Foi dada ênfase na área de Power Hardware in the Loop, que conjuga simulação de redes em tempo real com inversores usados na integração de renováveis operando em carga”, comenta Ricardo.


 

Já o pesquisador Rogério Magalhães de Azevedo abordou a “Interação transitória entre equipamentos em parques de renováveis", como, por exemplo, o efeito da construção de linhas subterrâneas nas proximidades de parques existentes, que pode afetar a tensão de restabelecimento transitória (TRT) nos terminais de disjuntores de alta tensão e alterar os níveis de distorção harmônica. “Comentei, também, a respeito dos fenômenos transitórios de alta frequência associados à manobra de pequenas correntes indutivas por disjuntores a vácuo, que podem trazer danos aos transformadores do parque, se medidas mitigadoras adequadas não forem adotadas", acrescenta o pesquisador.