• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Pesquisadora do Cepel participa de banca examinadora de tese de doutorado na Noruega

Detalhes: Notícias

Pesquisadora do Cepel participa de banca examinadora de tese de doutorado na Noruega

09-07-2019

A convite da Norwegian University of Science and Technology (NTNU), a pesquisadora do Cepel Maria Elvira Maceira (DEA) participou, no dia 28 de junho, em Trondheim, Noruega, da banca de avaliação da tese de doutorado de Hans Ivar Skjelbred, pesquisador do Sintef Energy Research. Intitulado "Unit-based Short-term Hydro Scheduling in Competitive Electricity Markets", o trabalho foi orientado pelo Dr. Olav Fosso, professor da NTNU e pesquisador do Centre for Environmentally Friendly Energy do Sintef, e pela Dra. Jiehong Kong, também do Sintef.

 

Segundo Maria Elvira, os sistemas elétricos brasileiro e escandinavo apresentam similaridades e diferenças, tendo o Cepel e o Sintef, instituições cinquentenárias, como os principais desenvolvedores de metodologias e software para a tomada de decisão nos respectivos sistemas. “A desagregação do despacho hidrotérmico empregada no Brasil e na Noruega são similares, considerando horizontes de longo prazo (com representação agregada das usinas hidroelétricas), médio prazo (com representação individualizada das usinas hidroelétricas) e curto prazo (com representação detalhada das usinas hidroelétricas). Muitas das metodologias empregadas são comuns, como a programação dinâmica dual estocástica no planejamento da operação de longo prazo e a programação inteira mista no curto prazo. Já em relação à organização do mercado, no sistema escandinavo (que faz parte do NordPool), o planejamento de médio e curto prazos é conduzido individualmente pelos agentes versus um despacho hidrotérmico centralizado no Brasil”, assinala.

 

A visita da pesquisadora ao NTNU se insere no contexto da cooperação técnica que vem se intensificando entre o Cepel e o Sintef na área de planejamento da operação de sistemas hidrotérmicos, e que tem como principais objetivos a troca de experiência em relação às particularidades dos sistemas brasileiro e norueguês e a identificação de sinergias que possam alavancar as pesquisas e o desenvolvimento dos produtos por ambas as instituições.