• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Laboratório de Propriedades Elétricas e Magnéticas do Cepel: isenção e alto grau de confiabilidade em serviços tecnológicos e perícias técnicas

Detalhes: Notícias

Laboratório de Propriedades Elétricas e Magnéticas do Cepel: isenção e alto grau de confiabilidade em serviços tecnológicos e perícias técnicas

08-04-2020

Experiência, dedicação e prontidão tecnológica. Este trinômio expressa o tom das atividades realizadas pelo Cepel, há mais de 45 anos, em seus diversos laboratórios. É o caso do Laboratório de Propriedades Elétricas e Magnéticas, voltado a ensaios, análises periciais e serviços tecnológicos que dão suporte a diversas empresas em situações emergenciais. O pesquisador Márcio Antônio Sens, responsável pelo laboratório, comenta sobre os diferenciais que o tornam um dos únicos laboratórios na América Latina capacitado para realizar investigações experimentais em condições elétricas e magnéticas tão variadas em equipamentos e materiais para o Setor Elétrico.

 

“O laboratório conta com facilidades de equipamentos e instrumentos que permitem avaliar materiais e objetos em correntes da ordem de picoampères até algumas centenas de quiloampères, em ambiente blindado contra interferências eletromagnéticas. Conta também com equipe altamente experiente, dedicada por mais de 40 anos, e que aceita qualquer desafio inédito, bem como com o suporte de pesquisadores e técnicos de outros laboratórios do Cepel, como os de Mecânica, Metalografia e Química Analítica”, ressalta, acrescentando que tudo é tratado com alto grau de confidencialidade e rigor técnico.

 

Dentre os serviços prestados pela equipe, no laboratório ou em campo, podem-se citar: análises das descargas parciais em componentes para alta tensão, até 100 kV em 60 Hz ou em corrente contínua; análises de conectores e conexões elétricas fixas ou móveis, incluindo tempo de fechamento de contatos; análise de transformadores elétricos de medição e proteção, avaliação da exatidão e do fator de remanência magnética do núcleo; curto-circuito em transformadores de potencial para medição e proteção de sistemas elétricos, perdas magnéticas e aquecimento; análise pericial em materiais, equipamentos e instalações elétricas para identificação das causas de falhas e/ou de sinistros; e constante dielétrica e fator de dissipação em função da frequência e da temperatura para materiais dielétricos, líquidos, sólidos ou pastosos, incluindo petróleo.

 

Os clientes

 

A credibilidade conferida aos serviços prestados pelo Laboratório de Propriedades Elétricas e Magnéticas, assim como aos demais do Cepel, é atestada por diversos de seus clientes, a exemplo do engenheiro Danilo Ribeira Neto, da Light Serviços de Eletricidade S.A. "O resultado do trabalho atendeu às nossas expectativas tanto pela qualidade do conteúdo quanto pelo nível técnico. Fica evidente que o CEPEL tem um diferencial no que diz respeito aos equipamentos utilizados nos ensaios e com isso a qualidade do material é muito boa, o que permite entendermos de forma muito clara o problema que estávamos buscando”, afirma ele.

 

A maioria dos clientes são empresas do setor elétrico, como indústrias, concessionárias e, mais recentemente, os parques solares e eólicos. O laboratório atende a uma ampla gama de demandas, dos mais diversos ramos. “Só nos últimos sete anos atendemos a 80 empresas distintas. Trabalhamos muito para as de prospecção e de pesquisas em petróleo e gás. Realizamos análises de materiais e periciais para qualquer empresa, como usinas nucleares, usinas a gás, estações coletoras, estações retificadoras e conversoras de energia elétrica, condomínios, clínicas médicas e até postos de gasolina”, assinala Márcio. Segundo o pesquisador, até mesmo o Palácio do Planalto, a Receita Federal e o Corpo de Bombeiros já realizaram serviços periciais com o Cepel.

 

O pesquisador destaca que como, em geral, as solicitações dos clientes são urgentes, é preciso uma boa dose de criatividade, bom senso e perspicácia na aplicação de técnicas experimentais utilizadas nas diversas investigações realizadas, incluindo criação de soluções não convencionais em ferramentas e arranjos para ensaios e medição. “Em um estudo recente solicitado por uma concessionária de energia elétrica, por exemplo, precisamos de microscópio portátil na posição inversa, olhando de baixo para cima. Compramos, então, uma microcâmera e a adaptamos para uma filmagem do evento. Medições de resistências elétricas muito baixas também foram necessárias, para a mesma investigação, com técnicas universalmente conhecidas desde 1908. Entretanto, o objeto era do tamanho de um grão de feijão cortado ao meio – uma solda eletrônica de difícil acesso. Adaptamos, então, duas agulhas de máquina de costura em ponteiras elétricas, com molas axiais presas a uma antiga prancheta de copiadora fotográfica, mais uma lâmpada direcional, um microscópio com monitor externo e, deu certo. Mas, antes, havíamos experimentado agulhas de seringas de insulina, agulhas de acupuntura, sem sucesso. Quebravam logo. A persistência neste trabalho é fundamental, e as decisões têm que ser rápidas”, afirma.

 

Márcio acrescenta que, ao longo dos anos, muitos foram os casos em que os clientes tiveram benefícios diretos a partir da atuação do Cepel e frisa que os fabricantes, ao ensaiarem, por conta própria, seus produtos, no Centro, têm a possibilidade de reformulá-los ou reprojetá-los para atender plenamente às especificações do comprador.

 

O pesquisador ainda assinala que, mesmo neste momento de enfrentamento à pandemia do coronavírus, o Laboratório de Propriedades Elétricas e Magnéticas, assim como os demais do Cepel, vem atendendo a seus clientes em situações emergenciais. Afinal, o suporte tecnológico é fator essencial para a garantia do bom desempenho do setor elétrico e, em última instância, para assegurar energia na casa do consumidor brasileiro.