• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Grupo de Metalurgia do Cepel inspeciona caldeira da CGTEE

Detalhe: Notícias

Grupo de Metalurgia do Cepel inspeciona caldeira da CGTEE

12-03-2019

Em fevereiro, integrantes do Grupo de Metalurgia do Cepel, composto pelos pesquisadores Bruno Reis Cardoso (DME1), Fernanda Figueiredo Martins dos Santos (DME), Gláucio Rigueira (DME), Josélio Sena Buarque (DLF2) e pela técnica Roberta Martins de Santana (DLF), sob  coordenação da pesquisadora Heloísa Cunha Furtado (DME), avaliaram a integridade estrutural da Usina de Candiota III (Unidade C), no município homônimo, Rio Grande do Sul. A usina integra o Complexo Termelétrico de Candiota, de propriedade da Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), sendo responsável pela geração de 350 MW de energia elétrica.

 

De acordo com o pesquisador Gláucio Rigueira, na avaliação de integridade realizada na CGTEE, foram analisados componentes que operam sob condições de altas temperatura e altas pressões, que se degradam por fluência e fadiga térmica,  e componentes que operam sob condições de baixa temperatura, que se degradam, predominantemente, por corrosão. “De posse dos resultados das avaliações, bem como dos ensaios não destrutivos realizados por outras empresas, o Cepel emitirá laudos que estimam a vida residual dos componentes da caldeira e da turbina de Candiota III, diminuindo a necessidade de manutenção corretiva, aumentando a segurança em operação e mantendo a capacidade de geração”, assinala Gláucio.

 

O pesquisador destaca que as propriedades mecânicas dos aços utilizados em plantas térmicas têm grande importância, uma vez que os componentes das usinas de geração de energia elétrica possuem vida operacional limitada em virtude da exposição a altas temperaturas, tensões e ambientes agressivos. “A extensão de vida além da prevista em projeto tem, portanto, grande impacto econômico, em virtude da maior disponibilidade da unidade, obtida a partir da significativa redução de paradas não programadas para realização de manutenção”, complementa.

 

Equipe de Metalurgia do Cepel

 

Com mais de 30 anos de experiência em avaliação de integridade estrutural de plantas termelétricas, a equipe de Metalurgia do Cepel é formada por profissionais habilitados para trabalho em instalações elétricas (NR10), em ambientes confinados (NR33), em altura (NR35) e com inflamáveis e combustíveis (NR20). Ao longo do tempo, a equipe vem se estabelecendo como referência na avaliação de materiais que operam sob  altas temperaturas, com inúmeros trabalhos científicos publicados, projetos finais de graduação, dissertações de mestrado e teses de doutorado.

________________________________

 

DME1 – Departamento de Materiais, Eficiência Energética e Geração Complementar

DLF2 – Departamento de Laboratórios do Fundão