• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel realiza avaliação do gerador elétrico da UTE Candiota III da CGT Eletrosul

Detalhes: Notícias

Cepel realiza avaliação do gerador elétrico da UTE Candiota III da CGT Eletrosul

12-08-2020

Por solicitação da CGT Eletrosul, o Cepel avaliou, em caráter emergencial, o gerador principal da Usina Candiota III, que integra o Complexo Termoelétrico de Candiota, situado no extremo sul do estado do Rio Grande do Sul. Com capacidade instalada de 350 MW, a usina é um importante ativo para a região e, no final de junho, foi desligada do Sistema Interligado Nacional devido a uma falha elétrica no estator do gerador.

 

“Em decorrência do processo de resfriamento e parada total do conjunto, foi preciso aguardar quase 12 dias, necessários ao resfriamento do eixo do conjunto turbogerador, até que fosse possível abrir o gerador e inspecionar visualmente o estado atual do equipamento, o que aconteceu entre 24 e 26 de julho. O Cepel foi à usina, preparado para realizar as avaliações elétricas que fossem possíveis, com o objetivo de dimensionar a extensão da falha e identificar as partes que não foram comprometidas. No fim, a principal atividade realizada foi uma perícia minuciosa do equipamento e de seus subsistemas”, assinalam os pesquisadores do Cepel Hélio Amorim e Thiago Baptista, que participaram, presencialmente, das avaliações preliminares, mesmo com todas as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus.

 

Segundo os pesquisadores, neste tipo de avaliação, as evidências da falha vão ficando cada vez mais claras à medida que se adquire conhecimento sobre o cenário e se entra no mundo de operação do ativo. “É possível observar inúmeros detalhes que podem ser decisivos para o acontecimento. Diríamos que se torna um mundo fascinante, envolvendo investigação, e bem similar a jogos de estratégia, em que as evidências vão se encaixando perfeitamente até o veredito final. Cremos que nossas avaliações e comentários, juntamente com a experiência da equipe de operação e manutenção da usina, serão importantes para que sejam adotadas as medidas cabíveis para minimizar a possibilidade de novas ocorrências severas", afirmam, acrescentando que será um longo processo até a recuperação total do ativo e seu retorno ao padrão adequado de operação.

 

Um relatório técnico está em fase de finalização e, em breve, será encaminhado à CGT Eletrosul para compor os estudos e diagnósticos sobre a falha.

 

Participaram da avaliação em Candiota III os empregados da CGT Eletrosul Pietro Griotti, Fábio Costa, Leandro Messias e Mário Furquim.