• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel migra para mercado livre

Detalhes: Notícias

Cepel migra para mercado livre

04-01-2021

O Cepel concluiu o processo de migração da condição de consumidor cativo de energia de sua Unidade Fundão para o mercado livre, a partir de 1º de janeiro deste ano. A iniciativa, que representará uma economia de cerca de R$ 1,8 milhão para o Centro nos próximos quatro anos, é um dos elementos da estratégia da instituição visando ao seu reposicionamento no mercado.

 

A contratação da compra de energia no Ambiente de Contratação Livre (ACL) decorreu de um processo competitivo realizado no dia 16 de dezembro de 2020, com a participação de 30 empresas e disputa por quatro delas. A vencedora foi a Light Comercializadora de Energia S.A. (LIGHTCOM), subsidiária da Light Serviços de Eletricidade S. A., que ofereceu preço de referência no valor de R$ 220,97/MWh. A aprovação do Cepel como consumidor especial da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) ocorreu, no dia 21 de dezembro de 2020, na 1167ª reunião de seu Conselho de Administração.

 

“O planejamento estratégico do Cepel tem três pilares básicos: reposicionamento do Centro, buscando aumentar o portfolio de associados e clientes, modernização e mapeamento de oportunidades, que incluem revisitar a infraestrutura de informática e laboratorial, e medidas administrativas, que visam à otimização da aplicação de recursos e à eficientização dos custos. A migração para o ACL se inscreve neste último, e a previsão é de que permita uma economia importante. Neste momento, migra a Unidade Fundão. Mas, prosseguem os trabalhos para que, em breve, o mesmo ocorra com a Unidade Adrianópolis”, afirma o diretor-geral do Cepel, Amilcar Guerreiro.

 

Em relação à migração da Unidade Adrianópolis, o relatório da visita técnica realizada pela Light SESA indicou a necessidade de adaptações no sistema de medição, providências que já estão sendo estudadas pela equipe do Cepel.