• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel e ISA CTEEP realizam monitoramento de equipamentos elétricos de alta tensão em SEs da empresa na Região Metropolitana de São Paulo

Detalhes: Notícias

Cepel e ISA CTEEP realizam monitoramento de equipamentos elétricos de alta tensão em SEs da empresa na Região Metropolitana de São Paulo

10-12-2020

O Cepel e sua Associada Especial ISA CTEEP realizaram, no final de novembro, ensaios de avaliações em equipamentos elétricos de alta tensão em seis subestações da empresa na região metropolitana de São Paulo. Presente em 17 estados do Brasil, a companhia opera uma complexa rede de transmissão, por onde trafegam 33% de toda energia elétrica transmitida no país e 94% no estado de São Paulo. Seu sistema elétrico é composto por 18,6 mil quilômetros de linhas de transmissão e 126 subestações próprias. Privatizada em 2006, seu principal acionista é o Grupo ISA, que detém 35,82% do capital total.


O trabalho surgiu a partir do interesse da ISA CTEEP em conhecer a metodologia de medição de descargas parciais não convencional desenvolvida e aperfeiçoada pelo Cepel. A ISA CTEEP avalia a possibilidade de implantação dessa técnica para análise de seus equipamentos, visto ser uma técnica não invasiva,  cujo grande diferencial é a viabilidade de avaliar equipamentos elétricos sem a necessidade de desligá-los, e que pode trazer segurança operativa a seus equipamentos. Para essa atividade foram escolhidos cerca de 90 Transformadores de Corrente (TC) de uma determinada família da classe de tensão de 145kV, dispostos em seis subestações: Norte, Nordeste, Leste, Oeste, Bandeirantes e Pirituba.

 

“O principal objetivo deste tipo de medição é obter informações sobre o estado operacional dos equipamentos elétricos de alta tensão, permitindo a realização de um diagnóstico e apoiando na tomada de ações que busquem o aumento da confiabilidade e, principalmente, da disponibilidade do ativo”, explica o pesquisador do Cepel Hélio Amorim, coordenador do trabalho nas SEs da ISA CTEEP e gerente do projeto IMA-DP (Instrumentação para Monitoramento e Análise de Descargas Parciais). De acordo com o pesquisador, esta técnica de avaliação não invasiva, que não causa impacto no fornecimento de energia, vem sendo amplamente utilizada pelo Centro, com ótimos resultados, o que atesta sua eficiência e importância para o setor elétrico brasileiro.

 

A metodologia utiliza um transdutor bipartido denominado HFTC (High Frequency Current Transformer) e o sistema IMA-DP, para aquisição e processamento de sinais. “Há duas características bem peculiares da medição de descargas parciais que a tornam de grande valor prático: independe da condição climática quando comparada à termovisão, por exemplo, e é extremamente rápida. Isso permite que a façamos em qualquer hora do dia e em uma grande quantidade de equipamentos, aumentando, sobremaneira, o número de equipamentos monitorados“, destacam Hélio e o também pesquisador do Cepel Thiago Baptista, que participou das medições.



Hélio ainda assinala a relevância do diagnóstico de equipamentos elétricos de alta tensão. “É muito importante, seja para a empresa concessionária, que terá mais informações sobre seus ativos e poderá agir de forma preventiva, seja para a sociedade em geral, que poderá contar com maior disponibilidade e qualidade no fornecimento de energia”.

 

Além de Hélio Amorim e Thiago Baptista, participaram das medições os engenheiros Mateus Crivelaro e Erasmo Silveira, da ISA CTEEP, e os técnicos operadores de cada uma das SEs.