• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel desenvolve projeto luminotécnico para Base Aérea de Boa Vista

Detalhe: Notícias

Cepel desenvolve projeto luminotécnico para Base Aérea de Boa Vista

11-04-2019

Na semana de 25 a 29 de março, o Cepel recebeu representantes da Aeronáutica que estão atuando no projeto de eficiência energética do Grupamento de Apoio da Base Aérea de Boa Vista (Ala 7), Roraima. Além de conhecerem as instalações laboratoriais das unidades Fundão e Adrianópolis, os visitantes foram apresentados ao projeto luminotécnico que está sendo desenvolvido para a Base pelo Departamento de Laboratórios do Fundão (DLF).

 

O projeto luminotécnico está sendo implementado no âmbito do “Programa de Eficiência Energética na Ala 7”, fruto de um convênio de cooperação institucional entre o Comando da Aeronáutica (Comaer) e a Roraima Energia. Um dos objetivos da iniciativa é melhorar o sistema de fornecimento de energia no estado, o único do país ainda não integrado ao Sistema Interligado Nacional (SIN). O Cepel participa do programa provendo apoio técnico à distribuidora nas áreas de iluminação, refrigeração e energia solar fotovoltaica. Além do DLF, atuam no programa pesquisadores do Departamento de Materiais, Eficiência Energética e Geração Complementar (DME).

 

Em fevereiro deste ano, a pesquisadora do Departamento de Laboratórios do Fundão Alessandra Barbosa, responsável pelo Laboratório de Iluminação do Centro, esteve na Ala7, ministrando curso sobre medição de iluminância ao Grupamento. Ela esclarece que o projeto luminotécnico visa à adequação dos níveis de iluminação e eficiência energética do sistema da Base.

 

Dentre outros tópicos, foram abordados no curso o processo de medição de iluminância para avaliação dos ambientes levando em conta a norma de iluminação de interior em ambiente de trabalho vigente (teoria e prática) e os principais conceitos da tecnologia LED na iluminação.

 

“Após o curso sobre medição de iluminância, o Grupamento realizou medições em 21 edificações onde serão desenvolvidas as ações de eficiência energética. Atualmente, o projeto luminotécnico está na fase de simulações dos novos sistemas. O Cepel irá auxiliar também na elaboração da especificação técnica dos equipamentos a serem adotados e se disponibilizou a ensaiá-los de modo a garantir que estejam em conformidade com a especificação de desempenho elétrico e fotométrico”, conclui Alessandra.