• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Avaliação de Risco de Falhas em SEs

As falhas em equipamentos de subestações ganham um peso maior no cenário de parcela variável, onde o custo associado à perda de um equipamento pode superar, de forma expressiva, o custo do seu reparo ou mesmo de sua substituição. Como as ocorrências de falha no sistema elétrico são reduzidas, os métodos estatísticos convencionais são de difícil aplicação, sendo necessário desenvolver metodologias mais adequadas. Os programas de cálculo de risco de falha de equipamentos e de subestações são ferramentas importantes para o planejamento da manutenção e, assim, para a gestão dos ativos das empresas.