• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Notícias

Notícias

Pesquisadores do Cepel participam de simpósio internacional sobre engenharia de alta tensão

28-09-2017

 

 

 Pesquisadores do Cepel participaram do 20º Simpósio Internacional sobre Engenharia de Alta Tensão (ISH 2017), realizado de 28 de agosto a 1º de setembro, no Centro de Convenções da Universidade Católica da Argentina (UCA), em Buenos Aires. O Cepel foi representado pelo seu diretor-geral, Marcio Szechtman, e pela pesquisadora Lilian Santos Ferreira, do Departamento de Laboratórios de Adrianópolis (DLA).

 

Um dos principais eventos da área de alta tensão, o ISH é realizado a cada dois anos. Essa edição, organizada pela Universidade Nacional de Tucumán, sob coordenação do professor Ricardo Diaz, foi a primeira a acontecer na América do Sul e reuniu aproximadamente 370 técnicos de 40 países.

 

O encontro proporcionou a difusão e aprofundamento do conhecimento em Engenharia de Alta Tensão entre especialistas de universidades, centros de pesquisa e indústrias, bem como jovens pesquisadores apresentando seus resultados científicos, além de relevantes discussões sobre engenharia de alta tensão, uma área importante para a confiabilidade de projetos e a fabricação segura de equipamentos, aparelhos e sistemas de energia elétrica.

 

No seminário, pesquisadores e engenheiros divulgaram avanços e resultados de uma série de projetos. O diretor-geral do Cepel foi um dos especialistas convidados para a sessão de abertura do evento. Na ocasião, Marcio Szechtman proferiu palestra sobre Evolução Tecnológica da Transmissão em Corrente Contínua (HVDC).  

 

O diretor do Cepel ressaltou a organização do evento e o conteúdo dos trabalhos divulgados no encontro. “Foram apresentações de alto nível relacionadas a técnicas de medição em alta tensão, que é uma especialidade da nossa unidade de Adrianópolis”, destacou Marcio Szechtman. “O evento nos deu oportunidade de acompanhar trabalhos de especialistas da Europa, Ásia e da América do Norte, além dos nossos colegas da América do Sul”, explicou.

 

A pesquisadora Lilian Santos Ferreira, do Laboratório de Ultra-Alta Tensão (LabUAT), apresentou o trabalho “Experimental Validation of Alternative Method to Estimate the Parameters of Tail Chopped Lightning Impulses” na sessão de posters do encontro. No trabalho, baseado em sua dissertação de mestrado, Lilian propôs uma nova metodologia para medição de impulsos atmosféricos cortados na cauda. O projeto está ligado diretamente à implantação do LabUAT na Unidade Adrianópolis do Cepel.

 

 

“O ISH 2017 foi um seminário bastante específico e reuniu pesquisadores de vários países, dentre os mais destacados especialistas da área de alta tensão. A possibilidade de ter contato com profissionais com 30 ou 40 anos de experiência na área foi formidável”, afirmou Lilian Ferreira. “Pude acompanhar a apresentação de trabalhos bem interessantes, que poderão contribuir bastante para as atividades realizadas aqui no Cepel”, explicou a engenheira eletricista.

  

Entre os principais temas apresentados e debatidos no ISH 2017 estavam: técnicas de ensaios e medição de alta tensão e alta corrente, tensões transitórias, materiais avançados e sistemas de isolamento, monitoramento e diagnóstico, tecnologias e aplicações HVDC e aplicações industriais de alta tensão.